Blog

Quando Menos é Mais

Em 1970 a estilista Susie Faux criou o termo “armário-cápsula” para definir um guarda-roupa com um número reduzido de itens, composto por peças coordenáveis que reduzam a indecisão do exercício diário de escolher o que vestir.

Mark Zuckerberg declarou em 2014 que é adepto a este hábito e, a fim de diminuir a quantidade de decisões a serem tomadas em seu dia-a-dia, reduziu o número de peças de seu guarda-roupa e adotou uma cartela de cores estilo “50 tons de cinza”. Quando questionado o motivo pelo qual ele utiliza sempre a mesma camiseta cinza, Mark contou que até mesmo escolhas corriqueiras como esta podem consumir energia, e ele prefere usar sua disposição em seu trabalho.

O fundador da Apple, Steve Jobs, também aparecia sempre vestindo jeans e uma camiseta preta com gola rolê. Para Steve, além de “uniforme” esta era uma maneira de criar uma marca pessoal.

Assim, optar por um armário-cápsula para o “Office Look”, por exemplo, é uma maneira de já começar o dia com a produtividade lá em cima, visto que você não precisará tomar decisões logo no início do dia e poderá guardar suas energias para focar totalmente em suas atividades.

Sabemos que o bem mais precioso que temos hoje em dia é o tempo, não é mesmo? Com uma seleção reduzida de peças essenciais você irá demorar menos tempo na escolha do seu look e poderá gastar mais tempo tomando um café da manhã com calma, por exemplo.

Quando começamos a enxergar os benefícios de possuir uma seleção menor – porém mais assertiva – de roupas nossa decisão de compra prioriza atributos como qualidade e durabilidade. Utilizando as mesmas peças com frequência você irá perceber quais tecidos aguentam muitas lavagens e que marcas trabalham com malhas praticamente “descartáveis”.

Desta forma, para a Brandless esse é um dos principais propósitos: entregar um produto essencial, para ser usado em diversas ocasiões e que resista a muitas lavagens sem ficar com um aspecto de roupa “velhinha”. Pensando na questão de simplificar a vida de nossas usuárias estamos sempre em busca de tecidos com qualidades como durabilidade, resistência, caimento, easycare, e outros atributos que agreguem valor e transformem o simples básico em peças sofisticadas e com atitude.

Já conhece nossas peças? Convidamos você a visitar nosso e-commerce www.brandlessbasic.com

Para a primeira compra oferecemos um cupom de 10% de desconto utilizando o código “VISTASEDEVOCE”.

Desejamos uma semana produtiva e leve para todas as nossas usuárias!

 

 

Modal – Macio e “do bem”!

De caimento impecável, textura regular e leveza, a malha Modal é considerada a fibra mais macia do mundo. A Lenzing Fibers®, empresa austríaca fornecedora do fio que a Brandless trabalha, segue rigorosas diretrizes de qualidade e tem enorme preocupação na proteção ao meio ambiente.

Mas qual é o segredo que explica a paixão das clientes por esse tecido?

A qualidade, o toque e a durabilidade, sem dúvidas!

O Modal da Lenzing é desenvolvido através da celulose extraída da madeira de Faia, árvore típica do Norte da Europa conhecida como “Mãe da Floresta”. Após extração, a celulose é processada na fábrica da Lenzing e transformada em fibra têxtil para então ser tecida por fábricas aqui no Brasil.

Todo processo de produção do nosso Modal acontece de maneira a otimizar ao máximo os recursos, desta forma os subprodutos extraídos da Faia (ácido acético, sulfato de sódio e xilose) também são aproveitados para a produção de alimentos, vidro e adoçantes, respectivamente. Ainda, a madeira residual também é utilizada em usinas térmicas nas fábricas da Lenzing para geração de energia.

modalll

Além de todas estas qualidades que transformam o Modal em uma matéria-prima EcoFriendly, ele é 50% mais higroscópico que o algodão, ou seja, absorve 50% a mais de transpiração, permitindo que sua pele respire melhor sem causar nenhum tipo de desconforto – como sensação de pele abafada e odores. Outra característica do Modal é que mesmo após muitas lavagens ele permanece macio, sem perder cor ou brilho, não encolhe e é resistente às indesejadas “bolinhas”!

modal lenzing

Por estes e outros motivos, esta luxuosa malha de toque macio e levemente acetinado é a preferida entre nossas usuárias!

Cinquenta tons de Nude

Estamos em 2017 e ainda há pessoas e marcas que definem a cor Nude como uma única tonalidade – geralmente um tom que transita entre o bege e o rosa clarinho/pêssego.

Para quem nunca parou para refletir sobre o Nude, o significado é exatamente o que o nome sugere: nu.

Desta forma, o Nude é uma cor que depende do seu tom de pele. Além disso, uma pessoa pode “ter” mais de um tom de Nude, como um para o Inverno e outro para o Verão, por exemplo.

Quando utilizamos o Nude em uma produção a ideia é manter um visual natural, com poucos contrastes. Um truque muito utilizado para alongar a silhueta e dar a impressão de ser mais alta é usar um sapato Nude – leia-se, na cor da sua “nudez”.

Algumas marcas já trabalham o Nude como um espectro de cores, como Christian Louboutin. Em 2013 a marca lançou uma coleção de Scarpins e Flats em diversos tons de Nude, que variam de um Bege Porcelana até um Marrom Escuro.

loubotin

A Crayola, empresa de materiais escolares, também lançou sua coleção de lápis de cor e giz de cera “Tons de Pele Multicultural”, com uma paleta que ensina as crianças a verdadeira variedade de tonalidades do “tom de pele”.

Nude Crayola

No segmento de cosméticos, a Maybelline criou a família Nude, coleção de 11 cores que vão do bege ao marrom, passando por todos os tons de pele. Ponto pra eles!

maybelline

Aliás, maquiagens com lábios Nude são perfeitas para o dia-a-dia e também para eventos noturnos. Para o dia, adoramos uma pele hidratada e iluminada com máscara nos cílios e boca Nude. Para a noite, quem gosta de dar destaque para um olho poderoso arremata a produção com os lábios Nude – famoso “olhos tudo / boca nada”.

Fotos make

Por fim, compartilhamos abaixo algumas inspirações de look com sapatos Nude mostrando o truque de styling para parecer mais alta!

produções nude

O Poder da Gola V

Discreto e confortável, o decote V valoriza o colo, alonga a silhueta e consequentemente tem o poder de dar aquela afinadinha no rosto. A verticalidade deste decote transmite poder e segurança, pois mostra uma área super feminina – pescoço e colo – sem ficar vulgar.

No lançamento de Outono Inverno 2017 a Brandless elegeu cores neutras, versáteis e extremamente coordenáveis para estrear a família de blusas em Manga Longa Gola V. Branco, Preto, Light Melange e Navy Blue compõem a primeira coleção de opções para as temperaturas mais baixas da estação. Abaixo, algumas teorias de Combinação de Cores que acreditamos e gostamos de trabalhar:

Combinando as cores

  • Harmonia Complementar: quando escolhemos uma cor protagonista do Círculo Cromático e cores opostas a ela. Normalmente, define-se uma cor quente e outra  fria, usando uma como principal e as demais nos detalhes da produção.
  • Harmonia Monocromática: produção onde utilizamos uma mesma cor em diferentes tonalidades. Para que o Monocromático não se transforme em Monótono, sugerimos misturar comprimentos e texturas. O resultado é sempre interessante!
  • Harmonia Análoga: um look com Combinação Análoga define uma cor principal e atribui cores da mesma família/cartela para o restante das peças. Amamos produções Análogas em tons claros, pois acreditamos que conferem leveza e discrição.
  • Harmonia com Ponto de Luz: produções predominantemente Monocromáticas/Análogas onde define-se um acessório ou detalhe em cor contrastante para acrescentar a famosa interessância” ao look.

Como sempre gostamos de falar, não existe certo ou errado, bonito ou feio. Existe o estilo de produção que irá sustentar o mood do dia! Tem dias em que acordamos mais discretas, dias em que nos sentimos mais femininas… Não queremos ser escravas da Moda, queremos ter a oportunidade de usar a Moda para nos sentirmos mais fortes, empoderadas e, principalmente, mais autênticas!